Detém-te

Um Blog sobre a beleza da fé e a Grandeza do Amor Divino!!

Sobre este Blog

Amigos: este Blog tem como objetivo dar TESTEMUNHO, fomentar a FÉ e servir como fonte de inspiração para VOCÊ!


O seu conteúdo é a expressão de uma apaixonada pela Misericórdia que jorra do Coração de Jesus - a quem "é próprio ter compaixão e perdoar". É preciso que as pessoas entendam MELHOR o que significa dizer "Deus é Amor"!! Trata-se de uma conscientização para a vida toda! De fato, Jesus disse: "Ide, pois, aprender o que significa 'Misericórdia eu quero, não sacrifícios'(...)" (Mt, cap.9)


Desejo, ainda, avisá-los de que, embora a estrutura de um Blog seja tradicionalmente por “ordem de acontecimentos” (estando por primeiro as últimas novidades), este aqui não possui uma só postagem que possa ser considerada ultrapassada ou desatualizada. Por isso, convido-os a irem visitando o histórico, desde o dia de sua criação: 22/01/10. Para melhor compreenderem os textos, procurem visitar em ordem as postagens que se relacionem ao mesmo assunto... por exemplo, de 09/02/10 a 28/02/10 as postagens se referem às visões de Santa Margarida Maria. Aproveitem, assim, a sensação reconfortante de “re-conhecer” uma Misericórdia Inimaginável... a qual se dedica a todos nós!


Descomplicando, por favor!!

Não param pela postagem abaixo as idéias que, em minha opinião, deixam de lado o mais importante: o AMOR de DEUS por nós. Vejam:

  • “É preciso que você cumpra nesta Terra a missão que assumiu... caso contrário, depois será cobrado. “ – vejamos, se você for misericordioso, caridoso, se dedicar às crianças subnutridas e suas famílias, e fizer um movimento quase que mundial neste sentido, viajar para ensinar seus métodos em outros lugares e até acabar morrendo numa tragédia durante uma destas palestras num país como o Haiti.... ainda pode acabar chegando 'lá' e ouvindo um anjinho (ou seja lá quem), com as mãos na cintura, dizendo: 'Ah...! Mas era para você ler historinha para as criancinhas da creche ali, do bairro... agora, sinto muito... BABAU!' Confunde, pois coloca a pessoa numa situação de 'qual é a resposta?', complicando o que foi resumido como 'amar a Deus, e ao próximo como a ti mesmo'; e ainda planta o medo... 'e se eu estiver no caminho errado'?

  • “Para com isso! Ninguém é digno de pena, não!” – segundo esta linha de pensamento, conclui-se que a Bíblia foi modificada... substituíram algumas frases, com certeza... Por exemplo, em Mateus (cap. 14, 14), onde se lê: 'Deixando a barca, (Jesus) viu uma enorme multidão, ficou com muita pena e curou seus enfermos', a versão correta certamente era: 'Deixando a barca, envergonhou-se de ter tido tanta pena da multidão, e nada fez, pois ninguém é digno de pena e, certamente, alguma coisa de errado aquele povo devia ter feito, para estar naquele estado'. Ou em Marcos (cap.8,2), onde se lê: '(Jesus disse:) Tenho pena deste povo! Há três dias permanece comigo e não têm o que comer', certamente teria como versão correta: 'Este povo está comigo há três dias e não têm o que comer, mas não tenham pena, pois ninguém é digno disso... que se resolvam sozinhos, caçando gafanhotos'. Confunde, pois a pessoa começa a pensar que só os bobos e fracos sentem pena, começa a se envergonhar por sentir-se sensibilizado... Antes que a sensibilidade dê frutos (ações), começa a se preocupar em classificar seus sentimentos (é amor, pena, piedade, ou o quê?)... E fica a se perguntar: 'Ai-ai-ai... agora estarei sentindo pena ou piedade? Ou será misericórdia? Tomara que isso que estou sentindo não seja pena!!! Ah! Deve ser piedade, então acho que posso ajudar esta pessoa, sem me preocupar!!' Ah, meus caros amigos... esta frase pronta ('ninguém é digno de pena') deve ter sido criada, certamente, por alguém que não se sensibilizava facilmente, que sempre buscava a culpa no outro, e que precisou encontrar uma forma de se sentir mais à vontade com tudo isso, deixando de ser o 'insensível' para ser o 'sábio'! Além disso, quando se segue esta linha, geralmente a pessoa acaba fazendo o bem 'porque está consciente do que deve fazer e faz para seu próprio benefício futuro (cumprindo sua ‘quota’ e sentindo-se muito orgulhoso de si mesmo)', e não 'porque sentiu compaixão de seu irmão e quis comprometer-se com ele'! Particularmente, esta frase me parece especialmente arrogante e prepotente! Em Mateus (cap. 9, 36), onde se lê 'Vendo as multidões, (Jesus) ficava com muita pena, porque elas estavam cansadas e abatidas como ovelhas que não têm pastor', pode apostar que teria na versão correta uma continuação omitida: ' ... e então ouviu-se uma voz vinda do Céu: ‘Não tenha pena, Filho, pois ninguém é digno disso! Se estão abatidos é porque aprontaram’, e então Jesus se recompôs e ficou ‘na dele’. '

  • “Não adianta você rezar e rezar, dizendo o que não quer.... use frases no afirmativo...” ou ainda “você passa por isso porque você chama isso para sua vida... você mesmo pede ao Universo!” – confunde, pois resume Deus a apenas um mecanismo, que, tal qual um computador, se não tiver a entrada de dados correta, não ‘funciona’. Não discuto sobre possíveis mecanismos cósmicos... O que incomoda, aqui, é identificá-lo com Deus, diminuindo-O: não é um Deus Sábio, Inteligente e Amigo (Abba), mas uma máquina – e vê se aprende a usá-la direito! Imaginem Deus observando e pensando: 'Teodoro está com um câncer terrível, mas não o escutarei, pois ele não usa frases no afirmativo.... ajudarei a Clotilde, porque ela, sim, sabe rezar... a unha encravada dela está com os dias contados! (É que ela descobriu o SEGREDO do sucesso)'. Também confunde, pois inculca o sentimento de vergonha e culpa em quem está passando por alguma dificuldade: não somente sofre, mas sofre por incompetência (isso sem citar a pérola: 'você só está sofrendo porque você quer'... geralmente quem diz isso, está com a cabeça e as sobrancelhas bem erguidas, como se fosse o Sábio Juiz do Universo. Pergunta-se: e onde está o tal do AMOR?).

Também as frases citadas na postagem anterior indicam claramente esta "vergonhosa modificação do texto bíblico original".

  • Quanto à frase "saiba que Deus não mexerá uma palha, caso você seja capaz de resolver sozinho": em João (cap 2, 3-7) lê-se que, durante as Bodas de Caná, Maria se sensibilizou pelos noivos, pois o vinho estava acabando (o que lhes traria grande constrangimento). Bem, na versão bíblica correta, a passagem teria um desfecho diferente. Não! Ele não transformaria água em vinho! Ele diria: 'Nã-na-ni-na-não! Não movo uma palha quando a pessoa é capaz de resolver sozinha... e isso também não é o fim do mundo, não é!?' (Ele, certamente, também repreenderia Sua mãe, pois ela mostrara a fraqueza de sentir 'pena'). Ou ainda, em Mateus (cap 11, 28) onde Jesus diz: 'Vinde a mim, vós TODOS que estais oprimidos de trabalhos e sobrecarregados, e eu vos aliviarei', haveria a continuação: '...quer dizer, TODOS, não... apenas aqueles que Eu perceba que não conseguem mesmo resolver a questão sozinhos! Afinal, vocês já estão bem grandinhos!'

  • Quanto à frase "isso acontece porque as pessoas, na verdade, não sabem a maneira correta de rezar": em Mateus (cap. 11, 25), Jesus ora: 'Eu te bendigo, Pai, Senhor do céu e da terra, por teres ocultado estas coisas aos sábios e entendidos e as teres revelado aos pequeninos'. Porém, haveria de ter a seguinte continuação omitida: 'porém, somente quem pesquisar e aprender a forma certa de rezar é que será escutado! Não basta só ‘conversar’ comigo, não...'

Amigos: nestas linhas de pensamento, eu pergunto: ONDE ENTRA O AMOR??? As frases impressionam pela inflexibilidade militar, e exprimem detalhismo e "picuínhas" típicos da mente HUMANA. Para estar com Deus, é preciso apenas se RELACIONAR com Ele... com sinceridade e confiança... contruindo uma amizade cheia de intimidade e Amor!!

Descomplicando !!!

Este Blog defende a confiança e veneração ao Amor Incondicional e Perfeito de Deus. Acredito que seja um atrapalho à fé algumas idéias que se ouvem com freqüência - idéias estas que tanto exprimem a opinião pessoal de quem a difunde (que na verdade parece sofrer uma dificuldade em crer, e, por isso, busca uma justificativa) como confundem o interlocutor em sua fé – que talvez esteja germinando, e precise ser defendida e adubada... não “detonada”.

O Blog defende o Amor Puríssimo que Deus derrama abundantemente para nós, e rejeita qualquer preconceito; no entanto, citam-se estes pormenores aqui, exatamente por eles acabarem negando o Benevolente e Abundante Amor de Pai do nosso Criador. Eis alguns exemplos daquilo que facilmente se ouve:

  • “Pára de pôr Deus no meio, ô rapaz! Deus não tem nada a ver com isso, não...” – passa a idéia medíocre de que Deus não está comprometido com seus filhos e que Seu Amor não é o suficiente para tal – um pai da Terra se importa com tudo o que se relacione à vida de seu filho... como poderia Deus, que é Santo e perfeito, não ser no mínimo tão bom quanto um homem comum? Ora! Deus tem TUDO a ver com TUDO! Pode a criatura ser MAIOR que o seu Criador? Um pai carinhoso se importa e compromete-se com tudo na vida de seu filho, e este pai é criação de um Deus; também a minha mente é criação de Deus, e é capaz de imaginar um Deus que se importa e se envolve... como pode minha mente limitada imaginar um deus MELHOR que o próprio Deus? Ora! Minha mente, na verdade, é incapaz de imaginar o quanto Deus é bom!

  • “Deus já tem que cuidar de tanta coisa, e você ainda...” – passa a idéia de um Deus limitado: ‘Deus, coitado, todo atarefado, já não sabendo o que fazer com tanto assunto para resolver... estressado, agradece se você não lhe atribuir mais uma dor de cabeça.’ Ora, como posso diminuir assim a natureza divina e onipotente de Deus? Ele, o Onisciente, haveria jamais de estar preso a algum tipo de limitação ou fragilidade tipicamente mundanas.

  • “Jesus tem coisa mais importante para resolver...” – passa a idéia de que você deve tomar cuidado e pensar bem, antes de decidir se deve recorrer a seu Amigo ou não. Coloca um Jesus caricatural, analisando: ‘isso é mais importante que aquilo; isso é importante a ponto de ser digno de Mim, mas, esse outro, não (envergonhe-se de ter achado que poderia recorrer a Mim por este motivo!)’. Novamente, resume-se Jesus às limitações humanas, diminuindo sua natureza divina, onipotente, Amorosa e Misericordiosa, e colocando-se Nele características de imperfeições humanas. Confunde, porque faz a pessoa sentir-se insegura e envergonhada de suas orações, resumindo sua relação com Deus, que deveria ser íntima e constante, a uma relação social. Além disso, a pessoa pode acabar sentindo a sensação de que ‘tem que ficar em seu devido lugar’... no entanto, a relação com Jesus deve ser íntima e constante, baseada na fé em Sua compreensão carinhosa e no hábito da pessoa compartilhar com Ele TUDO de sua vida!

  • “Se Jesus está tão ocupado, porque perder tempo rogando a Ele, ao invés de rogar a algum Ser mais abaixo na hierarquia? Jesus passaria a ordem para ele, mesmo!...” – decerto, no ‘lado de lá’, as coisas são exatamente como uma repartição pública, com sua rigidez e especialização de serviço... já posso até imaginar Jesus dizendo: ‘Ei, isso é lá com a seção de almoxarifado; e este tem que ser com o pessoal da limpeza. E isso aqui?! Estou ocupado... porque não falaram direto com o setor de saúde?’. Confunde, porque afasta a pessoa de seu relacionamento íntimo com Ele, e passa a idéia de que Ele, de fato, está incomunicável.

  • “Você não deixou que as coisas chegassem a este ponto? Pois então, agora, Deus quer que VOCÊ resolva a situação!” – enfim, lá no Céu, imagina-se Deus dando de ombros: ‘não tenho nada a ver com isso... não me mete no meio.... quem mandou ser banana? O mundo é dos espertos!’

  • “Deus não acredita que um filho Seu possa ser um vilão... você acreditaria?” – eis a pobre vítima de rapto orando em seu cativeiro, e Deus, tal qual frágil senhora, tapando o sol com a peneira: ‘Sei que você está chorando, mas.... não! O Zé Arranca-Toco não faria isso... Eu o criei desde pequeno’. Confunde, porque passa a idéia de que, mesmo que você esteja sofrendo uma grande injustiça ou agressão, não adiante recorrer a seu Pai... por mais que você esteja sofrendo, Ele simplesmente não acreditará!

  • “Isso acontece porque as pessoas, na verdade, não sabem a maneira correta de rezar.” – Deus acaso fica esperando que a oração ‘chegue’ segundo um protocolo e um formato corretos de comunicação? Desta maneira, sorte dos alfabetizados ‘iniciados’ em algum conhecimento reservado a poucos, e azar dos outros – quem mandou nascer no meio da Amazônia, ou pobre e com 10 filhos para lhe ocuparem o tempo??!! Confunde, porque complica o que é simples por natureza: a comunicação e a intimidade com Deus.

  • “Você não percebe? Deus não pode se meter nisso!” – ...nossa!!!! E há algo que Deus não possa fazer??? Confunde, porque passa a idéia de que há problemas seus que estão acima da capacidade de Deus... não vá pedir aquilo que ele não pode fazer, hein?!

  • “Você só será ajudado quando perceber que deve se humilhar e pedir de joelhos, com todas as palavras, deixando bem claro exatamente o que você precisa.” – a belíssima história do Bom Samaritano – misericordioso, socorrendo o judeu desacordado, mesmo que este não tenha dito: ‘olha, eu preciso de ajuda, e estou reconhecendo, viu’? - é pura abobrinha... E Deus precisa de ‘tudo muito bem explicadinho nos mínimos detalhes’, senão não entende, não! Confunde, pois impõe condições absurdas, pequenas e mesquinhas para que Deus faça algo por seu filho.

  • “Saiba que Deus não mexerá uma palha, caso você seja capaz de resolver sozinho.” – absurdo, haja vista pode-se viver TODA a vida COM Deus e EM Deus... em comunhão com Ele, formando uma parceria perfeita. Fala-se em ‘entregar sua vida inteira nas mãos de Deus’. Em suas orações, é comum os religiosos oferecerem e entregarem nas mãos de Deus suas qualidades e suas dificuldades e fraquezas; diz-se: ‘não me preocupo mais, pois Ele cuida de tudo’. Além disso, esta visão rotula ao próximo! Vejamos: o ‘problema’ de alguém pode também não estar no fato propriamente dito, mas em sua dificuldade psicológica, num medo terrível, num trauma, na confusão mental, num transtorno mental, nas imposições de outras pessoas dominantes, na criação que recebeu ou até ser fruto de sua inocência. O ser humano, em sua pequenez, é que aponta o dedo e diz: ‘aquele ali podia estar fazendo algo a respeito, mas não se mexe’. Confunde, pois descaracteriza Deus como Pai Carinhoso (Abba: ‘Papai’), e o coloca como algum tipo de analista inflexível... regulando sua atenção e dizendo ‘te vire’! A raiz de tal idéia pode estar na dificuldade em crer num Amor tão perfeito!

  • “Jesus já sofreu, já morreu na Cruz! Agora deixe Ele em paz, e sofra, você, seu tormento.” – coloca Jesus como um homem comum, que sofreu por sofrer e que não possui mais ânimo nem forças para pensar em alguém. Confunde, pois inculca o sentimento de culpa em quem busca pelo auxílio de Jesus Crucificado. Além disso, já não é mais a Paixão de Cristo Salvador que o salva... a pessoa própria salva a si mesma.... mas, disse Jesus: ‘(...) Ninguém vai ao Pai, senão através de Mim’ (João, 14, 6). Já imaginou? Jesus dizendo: ‘vou até ali, na Cruz, só por ir; e, depois, não quero ninguém me incomodando... é cada um por si!’ Na época em que Jesus andava sobre a terra, em certa ocasião, os discípulos chegaram à conclusão de que ninguém poderia, de fato, salvar-se; a resposta de Jesus foi a seguinte: 'Aos homens isso é impossível, mas para Deus tudo é possível' (Mateus, 19, 26).

  • “Jesus agora está deixando de governar a Via Láctea.... chegou a hora de Fulano iniciar este trabalho.” – e lá vai, Jesus, bater ponto e dizer: ‘Aí.... agora é com você’. Visão infantilizada e fantasiosa, e confunde porque ao invés de ver Jesus como Deus, vê como algum tipo de ser, igual a tantos outros, que ocupou aquele cargo por um tempo... Isso resfria a imagem calorosa, de amizade eterna e Amor absoluto de Jesus.

  • “Deus não pode atender sua oração sem seguir as leis da natureza...” – hum... se Deus te ouvir, Ele PRECISARÁ esperar as oportunidades (bem oportunas, diga-se de passagem) dos acontecimentos naturais para te atender. Confunde porque essa visão se opõe à qualidade Onipotente de Deus, o qual está acima de suas criações – e entre elas estão as tais Leis da Natureza. Limita o alcance do poder de Deus. Novamente, a absurda visão de que Deus NÃO POSSA alguma coisa.

Gramática atual

Ei, amigos leitores.... talvez esta escritora edite algum erro de português segundo a nova gramática... o que poderíamos chamar de imperdoável. Acontece que na cabeça desta escritora, as regras antigas insistem em manter-se vivas como ela mesma!

Alguém quer me presentear com uma edição da Novíssima Gramática? Tudo bem... vou eu mesma comprar, já, a minha!

(Não adianta sugerir o Esperanto.... Mesmo a fé sendo Universal! A língua portuguesa é bonita e mais indicada para este Blog)

"Neo-inquisição!"

Para completar a postagem anterior: a alguém pode interessar uma versão moderna de Inquisição?? Afinal, acaso somos nós os Juízes do Universo?!

Aqui, entra a recordação da passagem bíblica que diz: "...com a medida com que medirdes sereis medidos" (Mateus, 7, 2).

Neste ínterim, é surpreendente a passagem que diz: "(...)a alegria será maior por causa dela (ovelha reencontrada) do que pelas noventa e nove que não se tinham perdido." (Mateus, 18, 13)

Quem prefere ceder espaço para o Amor?

Leitores: a idéia deste Blog nasceu em um momento de oração, no qual se lamentava o fato de as pessoas valorizarem tanto conceitos de “carma, castigo, viver em pecado, etc” e se esquecerem de substituí-las, em seus discursos, pela natureza Bondosa de Deus, que perdoa E ESQUECE. Independentemente da religião de cada um, parece-me que citar demais a tal “inevitável reação de cobrança” me parece ser fruto muito mais do coração duro e julgador dos seres humanos, do que do Coração Sábio de Deus. Apontar o dedo (aliás, como se fosse um revólver) lembra-me muito mais a antiguíssima e ultra-ultrapassada Lei de Talião: “olho por olho, dente por dente”.

E, de fato, ao meditar este incrível dom de Amar, mesmo não conseguindo entendê-lo em seu gigantismo, há de ficar estupefato!!

É uma pena diminuir o espaço que poderia ser dedicado à lembrança da Misericórdia, para ocupá-lo com a idéia de castigo....!!!! (Pelo menos, esta é a minha opinião!)

O conhecido escritor e compositor pe. Joãozinho escreveu assim, sobre sua paixão pelo Coração Misericordioso de Jesus: “Hoje a espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus fala forte na alma de nosso povo. Eu mesmo assino meu nome com uma sigla que muitas pessoas não conhecem: ‘scj’. Significa ‘Sagrado coração de Jesus’ (...) Por isso aceitei com muita alegria o desafio de escrever este livro (As 12 Promessas do Coração de Jesus). Você agora entende porque a canção que mais marca minha história se chama justamente: “Conheço um Coração”. (...) Apaixonei-me pelo Coração de Jesus apresentado na Bíblia (...) promessa de um ‘novo coração’ tocavam fundo em mim. Outro texto marcante é o do evangelho de João, cap. 19, onde o Coração de Jesus é transpassado na cruz. Saem sangue e água, que simbolizam a Eucaristia e o Batismo: os maiores presentes do Coração de Deus. Depois me encantei com a teologia do Coração de Jesus. (...)”.

Quem não conhece a música “Conheço Um Coração” pode ouví-la no vídeo abaixo, ou acessando: www.youtube.com/watch?v=uFHttOiocQE.

Para assistir em tela inteira, clique na opção com quatro flechas, no canto inferior direito do vídeo; para retornar, clique no "x" ou tecle "Esc".

Mais Coincidências

Continuando...:

  • Em suas aparições a Santa Margarida Maria, Jesus assegura que espalhará com abundância suas bênçãos onde seja exposta e venerada a imagem de Seu Divino Coração.
  • Para Irmã Faustina, Jesus disse: “Pinta uma imagem de acordo com o modelo que vês, com a inscrição ‘Jesus, eu confio em Vós’ (...) Prometo que a alma que venerar esta imagem não perecerá (...) ” (Diário, n.48) E: “Ofereço aos homens um recipiente com o qual devem vir buscar graças na fonte da Misericórdia. O recipiente é a própria Imagem, com a inscrição: ‘Jesus, eu confio em Vós’.” (Diário, n.327)

Mais Coincidências

Vejamos mais pontos convergentes:

  • Em suas aparições a Santa Margarida Maria, Jesus demonstrou o desejo de que se praticasse a Hora Santa (15hr).
  • Para Irmã Faustina: dentre os itens da devoção à Misericórdia de Jesus, foi explicitada a Hora Santa: “Às três horas da tarde (...) esta é a hora de grande Misericórdia para o mundo inteiro. Nessa hora não negarei nada à alma que me pedir em nome da minha Paixão.” (Diário, n.1320)

Vemos ainda:

  • Para Santa Margarida Maria: Jesus demonstrou o desejo de que se instituísse uma festa especial em honra de Seu Coração.
  • Para Irmã Faustina: dentre os itens da devoção à Misericórdia, explicitou-se a Festa da Misericórdia Divina.

Mais Coincidências

Continuamos com os pontos em comum:

  • Para Santa Margarida Maria: “As pessoas que propagarem esta devoção terão seus nomes escritos indelevelmente no meu Coração.” (11ª promessa)
  • Para Irmã Faustina: “As almas que divulgam a devoção à Minha Misericórdia, Eu as defendo por toda a vida como uma terna mãe defende seu filhinho, e na hora da morte não serei Juiz para elas, mas Salvador misericordioso.” (Diário, n.1075)

Mais Coincidências

Leitores, vejamos mais esta coincidência:

  • Segundo Santa Margarida Maria, disse Jesus: “Os pecadores acharão em Meu Coração a fonte e o oceano infinito da Misericórdia.” (6ª promessa)
  • Para Irmã Faustina, a revelação foi com as seguintes palavras: “(...)Quando a alma vê e reconhece a gravidade dos seus pecados, quando se desvenda diante dos seus olhos todo o abismo da miséria em que mergulhou, que não se desespere, mas se lance com confiança nos braços da minha Misericórdia, como uma criança nos braços da mãe querida. (...)” (Diário, n.1541)

Mais Coincidências

Caros leitores, continuando com as coincidências entre as revelações de ambas as Escolhidas:

  • Na primeira promessa, revelada a Santa Margarida Maria, podemos ler: “Darei às almas dedicadas a meu Coração todas as graças necessárias a seu estado.”; e em seguida, na quarta promessa, lemos: “Serei o refúgio seguro durante a vida, e, sobretudo, na hora da morte.” (dedicação = devoção, culto)
  • Em seu Diário, Irmã Faustina escreve ter ouvido: “Prometo que a alma que venerar esta Imagem não perecerá (...) e especialmente na hora da morte. Eu próprio o defenderei como a minha glória.” (Diário, n.47, 48)

Para os sacerdotes:

  • A décima promessa revelada a Santa Margarida Maria é a seguinte: “Darei aos sacerdotes (que se dedicarem ao meu Sagrado Coração) o dom de tocar os corações mais endurecidos.”
  • Em seu Diário, identificado como n.1531, Irmã Faustina declara que Jesus dissera que: “(...) Aos sacerdotes que divulgarem e glorificarem a minha Misericórdia, darei um poder extraordinário e ungirei suas palavras, e tocarei os corações daqueles a quem falarem.”

Belas coincidências

Leitores amigos: é interessante observar as tantas coincidências que existem entre as revelações de Santa Margarida Maria e de Irmã Faustina. Em primeiríssimo lugar, nos dois casos, o destaque é ao Amor do Coração de Jesus, aberto pela lança, e à Sua insondável Misericórdia. No primeiro, a imagem é do próprio Coração, transpassado e inflamado de Amor por nós; no segundo, a imagem é de Jesus mostrando seu peito, com a chaga da lança que feriu Seu Coração, cujo ferimento é a fonte da Misericórdia. Em ambos, a mensagem é de Misericórdia, confiança no Amor, e representação disso em uma Imagem especial.

Isso é fantástico, para quem quer meditar sobre este Amor Incrível. Mais adiante, no seguimento deste blog, veremos coincidências com as revelações de outras escolhidas.

Diante de tão evidente e abundante Amor, é inevitável lembrar-se dos termos usados por Pe. Joãozinho, SCJ:
  • "...Deus é Pai, É Filho, É Mãe: Deus é Família também." (rahamin)
  • "...Mestre-amigo, Deus-ternura, quero repousar no Vosso Coração."

Grito de Apelo

Segundo o Papa João Paulo II, esta devoção é: “um grito de apelo à Misericórdia de Deus” numa época “tão crítica como a nossa”. (Encíclica Dives in Misericordia, nº15)

Bom Pastor

"Eu dou a vida por minhas ovelhas...": eis o mistério do Coração de Jesus!! Com carinho, Ele traz nos braços cada uma de suas ovelhas, bem apertada junto ao coração... É para isso que ele veio... "para que nenhuma delas se perca".

Incrível Dom de Amor... quem poderá sentir-se só ou desamparado, ou poderá NÃO pasmar, ao meditar tamanha abundância de Amor, fidelidade e dedicação baseadas em uma ternura inimaginável à mente humana??

... não importa a pelagem do "bichano"!

É uma honra poder acrescentar, ainda, que este Blog tem sido acompanhado por católicos, batistas, e pessoas de outras religiões. Valeu e sejam bem-vindos!

UM SÓ DEUS

Leitores: alguns me perguntaram sobre as músicas sugeridas neste Blog.

Amigos, sou católica e, em minha opinião, o fato de determinada música ser de outra religião em nada a diminui - o que importa é se relata fielmente o sentido do Amor Divino. O mesmo com respeito às músicas de outros países; o fato de serem de outros lugares, apenas nos lembram de como Deus é O MESMO para todos, e de que somos todos IRMÃOS (Ah! E, sim, eu tenho um monte de músicas brasileiras na "prateleira", esperando para serem adicionadas a este espaço - só que aguardam a hora ideal)!

Na verdade, todos demonstramos, em algum momento, desdém pela "verdade" alheia - é uma característica humana, a qual existe devido à nossa natureza simplista e infantil, e ao fato de nos basearmos em nossas poucas experiências pessoais (vide postagem anterior, desta mesma data).

A imagem acima é o Globo terrestre formado por mãos unidas... É, amigos! Somos todos iguais... iguais até na hora em que "damos aquele fora" achando que estamos acrescentando algo de bom, ensinando, mostrando o caminho. Isso faz aparecer em meu peito um carinho muito grande por todos... Pois, neste mundo, a muitas pessoas chamamos de "más" porque elas fazem coisas terríveis! Mas também muitas pessoas erram como a criança de colo que derruba o vaso da mãe... e eu imagino, agora, como sorri o Misericordioso Coração de Jesus para essas "crianças".... isso é acalentador e mostra, novamente, como ninguém tem o direito de julgar o próximo!!

E esse assunto me lembrou uma bela música de Pe. Zezinho... O nome dela é “Cantiga Para um Ateu”. Acessem, que vale a pena: www.youtube.com/watch?v=dVQG0TOd-4Y.

Para assistir em tela inteira, clique na opção com quatro flechas, no canto inferior direito do vídeo; para retornar, clique no "x" ou tecle "Esc".

Retratação

Caros leitores, nesta postagem gostaria de pedir formalmente desculpas por ter ofendido, mesmo que sem intenção, a alguns de nossos irmãos, ao citar diferentes formas de fé. Isso só mostra como estamos sempre em aprendizado, e como a palavra escrita (simplificada, sem dar detalhes e sem emoção explícita) deve ser usada com sabedoria! A imagem escolhida para esta postagem, representa a idéia original e verdadeira deste blog: Amor Incondicional, independentemente da pelagem do bichano! Capito??

Para quem gosta de maiores detalhes

Criador de obras como “Misa Criolla”, “Misa por La Paz y La Justicia” e “Cantata Sudamericana”, desde jovem Ariel Ramírez interessou-se pela música de raiz argentina e passou a compor com inspiração folclórica sul-americana. Baseadas em motivos puramente folclóricos, os estilos usados em suas músicas são principalmente: Carnavalito-Yaravi, a Chacarera, o Carnaval Cochabambino e o estilo Pampeano.

Um dos instrumentos utilizados é o charango, criado pelos nativos como uma mistura da guitarra com o alaúde, com bojo feito de carapaça de tatu.

Seu parceiro, o poeta Félix Luna, é o responsável pela letra de sua outra obra famosa: “Navidad Nuestra” (Nosso Natal).

Na postagem Kyrie Eleison, a interpretação de "Kyrie" é de Plácido Domingo; outro intérprete e fã declarado: José Carreras. No entanto, as peças, executadas por todo o mundo, foram originalmente escritas para serem executadas num estilo folclórico-tradicional com coral, como podemos ouvir nas versões da postagem abaixo.

Domingo - Festa da Misericórdia

Uma música ideal para o dia hoje: "Gloria", do mesmo Ariel Ramírez. Novamente, como é oração conhecida, dispensa tradução. Duas versões - assista aos vídeos ou acesse:
  1. www.youtube.com/watch?v=JBw2H4hcJbw - este interpretado por Mercedes Sosa, a principal intérprete das peças erudito-folclóricas de Ariel Ramírez, falecida em 10/2009.
  2. www.youtube.com/watch?v=tn8K9hYvoiQ&feature=related - e este, bem tradicional!

Para assistir em tela inteira, clique na opção com quatro flechas, no canto inferior direito dos vídeos; para retornar, clique no "x" ou tecle "Esc".

DOMINGO - FESTA DA MISERICÓRDIA

“Desejo que a Festa da Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores. Nesse dia estão abertas as entranhas da minha Misericórdia. Derramo todo o mar de graças nas almas que se aproximarem da fonte da Minha Misericórdia. A alma que se confessar e comungar alcançará o perdão das culpas e castigos. Nesse dia estão abertas todas as comportas divinas, pelas quais fluem as graças. Que nenhuma alma tenha medo de se aproximar de Mim, ainda que seus pecados sejam como escarlate. A Minha Misericórdia é tão grande que por toda a eternidade não a aprofundará nenhuma mente, nem humana, nem angélica. Tudo que existe saiu das entranhas da Minha Misericórdia. Toda alma refletirá em relação a Mim, por toda a eternidade, todo o Meu Amor e Minha Misericórdia. A Festa da Misericórdia saiu das Minhas entranhas. Desejo que seja celebrada solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa. A humanidade não terá paz enquanto não se voltar à fonte da Minha Misericórdia.” (Diário, n.699)

Domingo - Festa da Misericórdia

“O Meu Coração se alegra com essa Festa."

Kyrie Eleison

Para coroar este último dia de novena à Misericórdia (quando rogamos 'piedade' para o mundo todo), gostaria de convidar os leitores a ouvirem esta peça chamada "Kyrie" (significa 'senhor, mestre'). Faz parte de uma obra prima da arte religiosa erudito-folclórica argentina, considerada um clássico dentro da música universal: "Misa Criolla", do compositor Ariel Ramírez (falecido em fevereiro deste ano).
Amanhã, comentarei mais sobre isto. Por hora, vale lembrar que a oração cantada na música é muito bem conhecida por todos, e, por isso, dispensa tradução! Ei-la, interpretada por Plácido Domingo: www.youtube.com/watch?v=E02d9-NUvjc&feature=related).

Nono Dia - Novena à Misericórdia Divina

Trecho: "Hoje, traze-Me as almas tíbias e mergulha-as no abismo da minha Misericórdia. Estas almas ferem mais dolorosamente o meu Coração. (...)"

OBS.: “A alma tíbia serve a Deus com negligência e desgosto; os exercícios de piedade aborrecem-na; não sente atração alguma por coisas espirituais; (...) tudo faz por rotina; (...)" (Pe. Júlio Chevolier, Meditações 1)

Oitavo Dia - Novena à Misericórdia

Trecho: "Hoje traze-Me as almas que se encontram na prisão do Purgatório e mergulha-as no abismo da minha Misericórdia; que as torrentes do Meu Sangue refresquem o seu ardor.(...)"

Rahamin e Jesus

Antes, vale citar a passagem bíblica (Isaías 49, 15): “Uma mulher olvida a criança de peito? Não estimará o filho de suas entranhas? Embora alguma se esquecesse, eu jamais te esqueceria!”

Sabendo que rahamin significa "entranhas, útero, amor de mãe", gostaria de lembrar aos leitores sobre como Jesus se referiu, diversas vezes, à Fonte de Sua Misericórdia:

  • "(...) os raios (vermelho e pálido) saíram das entranhas da minha Misericórdia(...)" (Diário, n. 299);
  • "(...) nesse dia (Festa da Misericórdia) estão abertas as entranhas da Minha Misericórdia(...) tudo que existe saiu das entranhas da Minha Misericórdia (...) A Festa da Misericórdia saiu das minhas entranhas(...)" (Diário, n.699);
  • "As almas que divulgam a devoção à minha Misericórdia, Eu as defendo por toda a vida como uma terna mãe defende seu filhinho (...) "(Diário, n.1075).

Do hebraico, hesed e rahamin

Embora a origem da palavra misericórdia seja latina, a Bíblia originalmente não foi escrita em latim... o Antigo Testamento foi escrito em hebraico, e o Novo Testamento foi escrito em grego - inspirando-se em termos usados no hebraico. Existem palavras do hebraico que expressavam a idéia de misericórdia, como hesed, que significa "bondade e benevolência ligada a forte fidelidade a uma aliança". Outra é rahamin, que significa "entranhas, útero, amor de mãe" – o coração de Deus é como um útero onde sempre somos novamente gerados para a vida. Essas definições podem nos esclarecer melhor ainda sobre a grandeza desta qualidade divina!

Sétimo Dia - Novena à Misericórdia

Trecho: "Hoje traze-Me as almas que veneraram e glorificaram de maneira especial a minha Misericórdia e mergulha-as na Minha Misericórdia (...) Elas são a imagem viva do meu Coração compassivo (...)"

O Amor que pode tudo mudar!

Amigos: não deixem de apreciar esta música, muito bem trabalhada e interpretada por bons cantores (Kades Singers), no melhor estilo acapela. Assista ao vídeo, ou acesse: www.youtube.com/watch?v=cZcQxdtEoCw .

Para assistir em tela inteira, clique na opção com quatro flechas, no canto inferior direito do vídeo; para retornar, clique no "x" ou tecle "Esc".

Eis a letra:

“Se achar um coração que precisa de ajuda /

Alguém que acredita que esta vida nunca muda /

Gaste um tempo pra lhe falar /

Do Amor que pode tudo mudar!/

Se der de cara com alguém que se sente perdido /

Olhando pra você como quem faz um pedido /

Gaste um tempo pra lhe falar /

Do Amor que pode tudo mudar!/

Jesus é o Amor que transpõe montanhas /

Ele é o Amor que acalma o mar /

Que brilha o sol sobre nuvens escuras /

Liberta quem preso está! /

Ele é a esperança quando falta a razão /

Jesus é a razão de toda a esperança! /

Vamos dizer que Jesus pode dar /

O Amor que pode tudo (3x) Mudar! /

A riqueza que em Jesus nós conseguimos /

É do tipo que aumenta cada vez que dividimos! /

Nada nos impede, vamos falar /

Do Amor que pode tudo mudar!”/

Você sabe o que significa Misericórdia?

Misericórdia vem de duas outras palavras latinas: “miser”, que significa pobre, e “cor (cordis)”, que significa coração. Neste caso, poderia significar “compaixão suscitada pela miséria alheia” (segundo o dicionário Aurélio). Mas também poderia significar “coração pobre”: “felizes os pobres de coração: deles é o reino dos céus (Mt 5,3) (...) Felizes os misericordiosos porque alcançarão misericórdia (Mt 5,7)”. Um coração pobre em julgamentos, pobre em exigências, pobre em preconceitos... AMA com liberdade!

Sexto Dia - Novena à Misericórdia

Trecho: “Hoje traze-Me as almas mansas, assim como as almas das criancinhas, e mergulha-as na minha Misericórdia. Estas almas são as mais semelhantes ao Meu Coração(...)”

Quinto dia da Novena à Misericórdia

Trecho: “Hoje traze-Me as almas dos Cristãos separados da Unidade da Igreja(...)”

Para os sacerdotes, a Misericórdia também deve sempre ser motivo de pregação!

Disse-lhe, Jesus, em aparição: “Dize aos meus sacerdotes (que divulgarem a insondável Misericórdia) que os pecadores empedernidos demonstrarão contrição (...) ungirei suas palavras, e tocarei os corações daqueles a quem falarem.” (Diário, n.1521)

Agrada ao Senhor que Sua Misericórdia seja divulgada!

Disse Jesus a Irmã Faustina, em aparição: “Todas as vezes que quiseres proporcionar-me alegria, fala ao mundo da minha grande e infinita Misericórdia” (Diário, n.164) Também disse, noutra ocasião:“As almas que divulgam a devoção à minha Misericórdia, Eu as defendo por toda a vida como uma terna mãe defende seu filhinho (...)” (Diário, n.1075)

Quarto dia

"Hoje traze-Me os pagãos e aqueles que ainda não Me conhecem e nos quais pensei na minha amarga Paixão. O seu futuro zelo consolou o Meu Coração. Mergulha-os no mar da Minha Misericórdia. (...)"

Comentários

Peço a todos os leitores que, dentro do possível, escrevam comentários, para que eu possa saber se o Blog está alcançando seu objetivo: ajudá-los com relação à conscientização da grandiosa Misericórdia de Deus, que é AMOR! É importante que eu tome conhecimento se as postagens e demais detalhes estão agradando ....

FELIZ PÁSCOA!!!

Desejo a todos os leitores uma Feliz e Santa Páscoa!!
Trecho do terceiro dia da Novena à Misericórdia: "Hoje traze-Me todas as almas piedosas e fiéis, e mergulha-as no oceano da Minha Misericórdia. Estas almas consolaram-Me na Via-sacra; foram aquela gota de consolação em meio ao mar de amarguras. (...)"

Novena à Misericórdia - Segundo Dia

Trecho: "Hoje traze-Me as almas dos sacerdotes e religiosos e mergulha-as na minha insondável Misericórdia. Elas Me deram força para suportar a amarga Paixão. Por elas, como por canais, corre para a humanidade a minha Misericórdia. (...)"

E quanto à Novena da Misericórdia?

Jesus mesmo ditou à Irmã Faustina trechos da novena. Desejava que fosse realizada durante os nove dias anteriores à Festa da Misericórdia... ou seja, que fosse iniciada na Sexta-Feira Santa!
Disse à irmã: "(...) em cada dia conduzirás ao meu Coração um grupo diferente de almas e as mergulharás no oceano da Minha Misericórdia (...)" (Diário, n.1209)
Como estamos na Sexta-Feira Santa, caros amigos, transcreve-se adiante um trecho do primeiro dia da novena: "Hoje traze-Me a humanidade inteira, especialmente todos os pecadores, e mergulha-os no oceano da Minha Misericórdia. Com isso Me consolarás da amarga tristeza em que Me afunda a perda das almas. (...)"

E Qual é a Festa da Misericórdia?

Jesus manifestou o desejo de que fosse criada uma festa solene dedicada à Sua Misericórdia. Demonstrou tanta importância a esta festa, que dedicou a ela nada menos do que 15 manifestações!
“Desejo que a Festa da Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores. Nesse dia, estão abertas as entranhas da minha Misericórdia. Derramo todo o mar de graças nas almas que se aproximarem da fonte da minha Misericórdia. (...) Desejo que seja celebrada solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa. A humanidade não terá paz enquanto não se voltar à fonte da minha Misericórdia.”(Diário, n.699)
“O primeiro domingo após a Páscoa é a Festa da Misericórdia, mas deve haver também a prática da misericórdia.”(Diário, n.742) - com esta afirmação final, deixou claro que a Devoção à Sua Misericórdia não é uma fórmula mágica ou de barganha, mas, sim, uma atitude de disciplina no sentido de imitá-Lo em sua bondade e de desenvolver a confiança plena Nele.

A Misericórdia venceu a Justiça

“(...)Nessa hora (15hr) conseguirás tudo para ti e para os outros. Naquela hora o mundo inteiro recebeu uma grande graça: a Misericórdia venceu a Justiça (...)”(Diário, n.1572)
Irmã Faustina disse ter visto um clarão, e Jesus entre a Terra e Deus, de maneira que o Pai somente olhava para a Terra através das chagas de Seu Filho.... e concluiu que a CONDENAÇÃO é substituída pelo PERDÃO e pela MISERICÓRDIA, graças a este Sacrifício Perfeito: o do próprio Jesus!

Mas qual é a Hora da Misericórdia?

“Às três horas da tarde implora à minha Misericórdia, especialmente pelos pecadores, e, ao menos por um breve tempo reflete sobre a minha Paixão, especialmente sobre o abandono em que Me encontrei no momento da agonia. Esta é a hora de grande Misericórdia para o mundo inteiro. Nessa hora não negarei nada à alma que me pedir em nome da Minha Paixão”.(Diário, n.1320)

Do Evangelho de Marcos, cap. 15, versículos 33-37: "Quando chegou o meio-dia, uma escuridão cobriu toda a terra até às três horas da tarde. E às três horas da tarde, Jesus bradou com um forte grito: 'Eloí, Eloí, lemá sabactáni?', que se traduz: 'Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?' (...) soltou um forte grito e expirou".

Exigências para a Devoção à Divina Misericórdia!

As orientações recebidas pela Irmã Maria Faustina Kowalska dão conta das seguintes exigências espirituais, as quais foram sendo reveladas uma a uma durante as aparições:
a.) A imagem sagrada, com a inscrição “Jesus, eu confio em Vós!”
b.) O Terço da Misericórdia Divina
c.) A Novena à Misericórdia Divina
d.) A Festa da Misericórdia Divina
e.) A Hora da Misericórdia Divina
Porém, “(...) Ela deve lembrar as exigências da minha Misericórdia, porque a fé mais forte de nada adiantará sem obras.” (Diário, n.742)

"Jesus, eu confio em Vós!"

“Oh, Sangue e Água que jorrastes do Coração de Jesus como fonte de Misericórdia para nós, eu confio em Vós.” (Diário, n.187)

Terço da Misericórdia!!

Irmã Faustina recebeu inspirações pelas quais foi sendo criado o chamado Terço da Misericórdia.
Dias depois, ouviu, durante uma aparição: “Minha filha, estimula as almas a rezarem esse Terço que te dei. Pela recitação desse Terço agrada-me dar tudo que Me pedem (...)” (Diário, n.1541)
Eis o Terço da Misericórdia:
--(a) Primeiro, reza-se: Pai-Nosso, Ave-Maria e o Credo.
--(b) Então, nas contas grandes do Pai-Nosso, recita-se: “Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, Alma e Divindade do Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e do mundo inteiro.”
--(c) Nas contas pequenas da Ave-Maria, recita-se: “Pela Sua dolorosa Paixão, tende Misericórdia de nós e do mundo inteiro.”
--(d) E, no fim do terço, recita-se três vezes: “Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro.”

Amor insondável!!!!

“(...) A fonte da minha Misericórdia foi aberta pela lança na Cruz para todas as almas; não excluí a ninguém.” (Diário, n.1182)

Elementos essenciais da Devoção à Misericórdia

Os elementos essenciais, seguindo as anotações de Irmã Maria Faustina Kowalska:
(a.) Confiança absoluta (b.) Obras de Misericórdia
-------------------------------------------------------------------------------
“A humanidade não encontrará a paz enquanto não se dirigir com confiança à minha Misericórdia.” (Diário, n.300)
“Quanta dor Me causa a falta de confiança em minha bondade(...)” (Diário, n.1076)
“Eu te indico três maneiras de realizar obras de misericórdia: a primeira é a ação, a segunda a palavra e a terceira a oração. Nestes três pontos repousa a plenitude da misericórdia, pois constituem uma prova irrefutável do Amor que me dedicam. É desse modo que a alma glorifica e presta honra à minha Misericórdia.” (Diário, n.742)
“(...) Ela deve lembrar as exigências da minha Misericórdia, porque a fé mais forte de nada adiantará sem obras.” (Diário, n.742)
--------------------------------------------------------------------------------

Foi dito à Irmã Faustina, durante aparição...

“Pinta uma imagem de acordo com o modelo que vês, com a inscrição: Jesus, eu confio em Vós. Desejo que esta imagem seja venerada (...) no mundo inteiro” (Diário, n.47)
“Os dois raios representam o Sangue e a Água. (...) os raios saíram das entranhas da minha Misericórdia quando, na Cruz, o meu Coração agonizante foi aberto pela lança.” (Diário, n. 299)
“Dize à humanidade sofredora que se recline no meu Coração misericordioso, e Eu a encherei de Paz.” (Diário, n.1074)
“Ofereço aos homens um recipiente com o qual devem vir buscar graças na fonte da Misericórdia. O recipiente é a própria Imagem com a inscrição: ‘Jesus, eu confio em Vós’!” (Diário, n.327)

Devoção = dedicação

Após estudos realizados por teólogos e o encaminhamento do processo de beatificação de Irmã Maria Faustina Kowalska, temos base para acreditar na veracidade das narrações por ela descritas em seu Diário.
O culto (dedicação) à Misericórdia Divina não é feito unicamente de orações, e não se trata de um exercício de "barganha" em favor de nossos desejos. Ele corresponde à dedicação e IMITAÇÃO da Misericórdia. Disse-lhe Jesus: "Se por teu intermédio peço aos homens o culto à minha Misericórdia, por tua vez deves ser a primeira a distinguir-te na confiança na minha Misericórdia. Estou exigindo de ti atos de Misericórdia, que devem decorrer do Amor para comigo. Deves mostrar-te misericordiosa com os outros, sempre e em qualquer lugar" (Diário, n.742)
"Se a alma não pratica a misericórdia de qualquer maneira, não alcançará a minha Misericórdia".
"Através desta Imagem concederei muitas graças às almas. Ela deve lembrar as exigências da minha Misericórdia, porque a fé mais forte de nada adiantará sem as obras." (Diário, n.742)

Mas quem foi a Irmã Maria Faustina Kowalska??

Irmã Maria Faustina Kowalska nasceu em 25 de agosto de 1905, na Polônia, e faleceu em 5 de outubro de 1938, aos 33 anos de idade. Desde muito pequena, chamou a atenção por sua grande sensibilidade com relação aos sofrimentos do próximo. Aos 20 anos, entrou para a Congregação de Nossa Senhora da Misericórdia, cujo objetivo era auxiliar às moças consideradas "decaídas" pela sociedade.
Embora já tivesse tido visões anteriores, considera-se que sua Missão se iniciou em 22 de fevereiro de 1931, quando o misericordioso Salvador lhe apareceu vestindo uma túnica branca, trazendo a mão direita levantada (a fim de abençoar) e a esquerda pousando no peito, onde a túnica estava levemente aberta... dali, deixando sair dois grandes raios: um vermelho e outro pálido. Disse, então: "Pinta uma imagem de acordo com o modelo que vês, com a inscrição ' Jesus, eu confio em Vós'. Desejo que esta imagem seja venerada (...) prometo que a alma que venerar esta imagem não perecerá ".
Em 1934, seguindo orientações de seu confessor, o Beato Pe. Miguel Sopocko, iniciou um Diário onde escreveria suas experiências místicas; nomeou-o "A Misericórdia Divina em minh´alma". A presença, orientação e apoio do beato foram de enorme importância para que a Irmã pudesse levar adiante as orientações que recebia durante suas visões.

Promessa

"Prometo que a Alma que venerar esta Imagem não perecerá. Prometo também já aqui na terra a vitória sobre os inimigos, e especialmente na hora da morte. Eu próprio a defenderei com a minha Glória" - Ouvira a irmã Faustina, durante a visão.

Jesus, eu confio em Vós!!!

Assim como a imagem do sacratíssimo e amado Coração de Jesus, há também outra muito famosa, conhecida como "Jesus, eu confio em Vós!"... nela, podemos ver Jesus apontando para seu peito, de onde saem raios vermelhos e pálidos.... os primeiros se referem ao Sangue, e os outros referem-se à Água... de fato, quando transpassado pela lança, estando o Senhor pregado na Cruz, de seu peito saíram Sangue e Água!! Assim como a imagem do Sagrado Coração está ligada à Misericórdia de Jesus (que o demonstrou durante as diversas aparições a Santa Margarida Maria), esta imagem também foi revelada durante uma série de aparições, cujo objetivo principal foi evidenciar esta mesma grandiosa Misericórdia. Quem O vira, agora, fôra a irmã polonesa Faustina Kowalska.

Aos Olhos do Pai!!

Amigos, vejam a letra desta belíssima música, que transmite exatamente o Amor perfeito de Deus por Seus filhos:

"Aos olhos do pai, / você é uma obra prima / que ele planejou, / com suas próprias mãos pintou!

A cor de sua pele / os seus cabelos desenhou / cada detalhe, / num toque de amor!

Você é linda demais, / perfeita aos olhos do pai. / Alguém igual a você / não vi jamais!

Princesa linda demais / perfeita aos olhos do pai. / alguém igual a você / não vi jamais!

Nunca deixe alguém dizer / que não é querida. / Antes de você nascer / Deus sonhou com você!"

(Música: Aos olhos do Pai - Aline Barros)

Esta música é um abraço em nossos corações! Ouça e assista abaixo, ou em: www.youtube.com/watch?v=Jrk1rSYuKX4.

Para assistir em tela inteira, clique na opção com quatro flechas, no canto inferior direito do vídeo; para retornar, clique no "x" ou tecle "Esc".

VOCÊ NÃO É UM ACIDENTE!!

Quão grande é o Amor do Pai por nós!!!!!
Vejam que interessante este trecho retirado do livro "Uma Vida Com Propósitos":
"Você não é um acidente. Seu nascimento não foi um erro nem um infortúnio, e sua vida não é um acaso da natureza. Seus pais podem não tê-lo planejado, mas Deus com certeza o fez. Ele não ficou nem um pouco surpreso com seu nascimento. Aliás, Ele o aguardava.
Você não está respirando neste exato momento por acaso, sorte, destino ou coincidência. Você está vivo porque Deus quis criá-lo!! (...) Deliberadamente escolheu sua raça, a cor de sua pele, seu cabelo e todas as outras características. (...) Também determinou os talentos naturais que você possuiria e a singularidade de sua personalidade.(...) E o mais incrível: Deus decidiu COMO você nasceria. Independentemente das circunstâncias de seu nascimento e de quem são seus pais, Deus tinha um plano ao criá-lo. Embora existam pais ilegítimos, não há filhos ilegítimos. Muitos filhos não foram planejados pelos pais, mas não são um imprevisto para Deus. (...) Isso não significa que Deus cause ou desconsidere o pecado, MAS que é capaz de redimir qualquer situação e de usá-la para Seus desígnios.(...) Portanto, independentemente das circunstâncias de seu nascimento, você pode comemorar o fato de que Deus o criou para que fosse exatamente como é. O Senhor nunca faz nada ao acaso e Ele nunca comete erros."

Cristã moderna e relaxada...

É como sou....!!! Esqueço de agradecer o que tenho de bom. Em tempos sem crise.... esqueço as orações! se o tempo estiver meio friozinho, deixo, tranquilamente, de ir à Missa ... aliás.... faz teeempo que tenho deixado de ir... pelo calor, pela chuva, pela novela, etc... Não me perguntem as normas da Igreja... os pecados tais, e as regras X... não saberei responder!! MAS, digam-me: COMO NÃO SE APAIXONAR POR ESTE CORAÇÃO QUE AMA TÃO GRATUITA E ABUNDANTEMENTE??!! COMO NÃO SENTIR O ABRAÇO ACALENTADOR DESTE CORAÇÃO QUE TRANSBORDA MISERICÓRDIA, SENDO FONTE INEXTINGUÍVEL DE AMOR??? COMO NÃO QUERER ESTAR JUNTO DESTE CORAÇÃO, PARA O QUAL É TÃO FÁCIL E INTENSO O ATO DE AMAR AOS HOMENS???

"Detém-te!"

Usar a imagem do Sagrado Coração junto ao peito, foi um dos pedidos passados a Santa Margarida Maria. Assim, ordenamos ao mal que se detenha. Daí o nome "Detém-te!"

"Detém-te!"

São conhecidos outros casos semelhantes pelo mundo, nos quais balas e objetos cortantes ficam fixos na figura do Detém-te, sem que ocorra mal à pessoa. No Brasil. conta-se um caso recente ocorrido no Ceará, em que, ao ser atacado, um rapaz escapou ileso de uma facada.
Muitos o consideram como "proteção contra assaltos e agressores", levando-o consigo preso ao pescoço, na carteira ou no chaveiro.
Coube ao Papa Pio IX conceder bênção especial a todos escapulários feitos segundo este modelo.

"Detém-te!"

No livro "Sagrado Coração de Jesus - Tesouro de Bondade e Amor" (João S. Clá Dias), podemos ler:
"Entre as diversas representações do Sagrado Coração de Jesus, uma se destaca pela milagrosa circunstância em que se tornou célebre (...) um recorte de pano onde se pinta ou borda a figura do Coração revelada a Santa Margarida Maria, emoldurado pela fase: 'Detém-te! O Coração de Jesus está comigo!' A origem desse objeto piedoso se prende a um caso de proteção sobrenatural com que se viu favorecido um jovem romano (...) Antes de partir (para a guerra), sua mãe lhe pendurou ao pescoço um pequeno pedaço de pano em que ela havia bordado o Coração de Jesus com a Cruz, a coroa de espinhos e as chamas, assim como fora visto em êxtase pela vidente de Paray-le-Monial. (...)durante um destes confrontos, (...) uma delas (balas) atingiu em cheio o peito do heróico rapaz, ficando cravada na estampa do Coração de Jesus(...)"

Algumas palavras ouvidas pela Santa

"Meu Divino Coração encontra-se tão repleto de Amor pelos homens e por ti em particular, que, não podendo mais conter as labaredas de sua ardente caridade, sente-se forçado a difundi-las por teu intermédio"
" Eis o Coração que tanto amou os homens, e nada poupou até esgotar-se e consumir-se para testemunhar-lhes o Seu Amor. Em reconhecimento, da maior parte só recebo ingratidões: por suas irreverências e sacrilégios, pelas friezas e os desprezos que eles têm por Mim nesse Sacramento de Amor."
"Essa ingratidão me é mais penosa do que todos os sofrimentos que padeci em minha Paixão. Se me retribuíssem em algo esse amor, Eu tomaria como pouco tudo o que fiz pelos homens(...)."

Quem foi Santa Margarida Maria - Continuação

No começo a Santa sofreu a oposição e descrença de suas co-irmãs e das autoridades religiosas. Durante seu contato único com o Senhor, ela demonstrou seu medo em ser a responsável por divulgar tudo o que lhe era apresentado, considerando-se indigna, fraca e miserável. “Eu serei tua força, não tema”- responde o Senhor.

Obediente, iniciou, em sua humildade, as tarefas que lhe eram confiadas. Surgiram frutos que edificaram a Igreja, muitos se converteram e fundaram-se congregações religiosas dedicadas ao Coração de Jesus. E então o culto ao Sagrado Coração propagou-se rapidamente.

Nesta tarefa, Margarida Maria encontrou grande apoio junto ao confessor São Cláudio de La Colombière, bem como na Ordem dos jesuítas a que este pertencia.

Anos depois, o culto foi, então, sendo cada vez mais favorecido por diversos admiradores: o Papa Pio IX (1856); São João Eudes, que conseguiu um culto litúrgico ligado à devoção; Pe. João Leão Dehon, profundo admirador da Santa, que fundou a congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, na frança em 1878.

Quem foi Santa Margarida Maria - Continuação

Essas aparições trouxeram revelações, promessas, pedidos, e orientações (como o que foi anteriormente postado com o Título de “Pedidos”). Uma delas foi a necessidade de se venerar o Sagrado Coração sob a forma de uma imagem que reproduzisse a figura apresentada a ela numa visão que, provavelmente, ocorrera no início de 1674. Em carta dirigida a um de seus confessores - Pe. Croiset - Margarida Maria lhe fala nos seguintes termos sobre essa aparição e a imagem apresentada:

“Esse Divino Coração me foi apresentado como sobre um trono de chamas, mais resplandescente que um sol e transparente como um cristal, com a chaga adorável bem visível, e todo ele circundado por uma coroa de espinhos (...) Era encimado por uma cruz, dando a entender que ela havia sido plantada nele desde o primeiro instante em que foi formado (...) Ele me fez ver que seu ardente desejo de ser amado pelos homens, e de retirá-los da perdição(...) levou-O a formar este desígnio de manifestar ao mundo Seu Coração”.

Mas quem foi Santa Margarida Maria de Alacoque (1647 a 1690)?

Essa religiosa vivia em um convento francês, em Paray-Le-Monial e fazia parte da Ordem da Visitação. Por orientação do próprio fundador da Ordem (São Francisco de Sales), as monjas da Visitação eram muito devotas do Sagrado Coração de Jesus - de maneira especial a Irmã Margarida Maria. Ou seja, a experiência mística de Margarida Maria não criou a devoção... esta já existia desde os primórdios da Igreja; mas foi através dela que esta devoção de consolidou e assumiu seus aspectos definitivos.

Santa Margarida Maria era uma adoradora incansável do Santíssimo Sacramento, diante do qual ficava em duradoura oração. Foi durante um destes dias de oração fervorosa que iniciou sua experiência única e preciosa... suas visões ocorreram entre os anos de 1673 e 1675.

Em seus momentos de oração, tinha visões em que Jesus lhe mostrava seu coração ferido, coroado de espinhos, na forma como é venerado hoje em dia.

Explicando!!!!

Explicando a primeira e a última:
- "Darei às almas dedicadas a Meu Coração todas as graças necessárias a seu estado" - pai de família, professora, coordenadores.... são alguns exemplos de "estados de vida".... significa receber graças para viver bem este "estado de vida".
- " (...) graça da perseverança final a todos os que comungarem na primeira sexta-feira do mês, por nove meses seguidos " - significa, segundo relatos autênticos registrados na época, "não morrer em Meu desagrado, nem sem receber os sacramentos, servindo-lhe Meu Coração de asilo seguro naquela última hora.". Esta é chamada de A Grande Promessa!

12 Promessas do Senhor

Durante os períodos em que Santa Margarida Maria vivenciou sua experiência mística, Jesus também lhe assegurou aquelas que vieram a ser chamadas de "12 Promessas do Sagrado Coração de Jesus". São elas:
1. "Darei às almas dedicadas a meu coração todas as graças necessárias a seu estado."
2. "Farei reinar a paz em suas famílias."
3. "Eu os consolarei em suas penas."
4. "Serei seu refúgio seguro durante a vida e, sobretudo, na hora da morte."
5. "Derramarei copiosas bênçãos."
6. "Os pecadores acharão em meu coração a fonte e o oceano infinito da Misericórdia."
7. "As almas tíbias se tornarão fervorosas."
8. "As almas fervorosas elevar-se-ão rapidamente a uma grande perfeição."
9. "Abençoarei a casa em que se achar exposta e for venerada a imagem de meu coração."
10. "Darei aos sacerdotes o dom de tocar os corações mais endurecidos."
11. "As pessoas que propagarem esta devoção terão seus nomes escritos indelevelmente no meu Coração."
12. "O Amor Todo-Poderoso do meu Coração concederá a graça da perseverança final a todos os que comungarem na primeira sexta-feira do mês, por nove meses seguidos."

Pedidos

Durante esta experiência única, Santa Margarida Maria recebeu as seguintes orientações:
* retratação, pedindo-Lhe perdão por cada um de nós e por todo o mundo;
* a Comunhão reparadora, na qual nos esforçamos em confortar o Coração do Mestre;
* a Comunhão especialmente reparadora das primeiras sexta-feiras de cada mês;
* festa em honra de Seu Sagrado Coração;
* a prática da Hora Santa;
* veneração à imagem de Seu Sagrado Coração;
* consagração pessoal a Ele;
* a propagação do culto ao Sagrado Coração.

Papa João Paulo II

"Desejamos fitar com os olhos da Virgem Imaculada a luz desse admirável mistério: a justiça que se revela como Amor! Amor que enche até os bordos toda a medida da justiça e a ultrapassa!" (Papa João Paulo II)
"Todos devemos beber do Coração Divino, que é fonte de vida e de santidade. Não há, no universo criado, outro lugar do qual possa brotar a santificação para a vida humana, fora deste Coração que tanto nos amou!"(Papa João Paulo II)

Sobre mim

Caros amigos, não sou um exemplo de católica! Deixo de ir à Missa por qualquer razão... aliás, vou raramente (não conte pro padre). Não concordo com tudo o que a Igreja prega! Não gosto de fanatismo porque acaba agredindo o próximo, não gosto de julgamentos e sermões baseados em cobranças... não gosto de "condenações". Mas minha alma pede pela Fé! Meu coração se encanta com as manifestações que demonstram o gigantesco Amor de Deus por nós!

Novo Coração

Grandes pensadores diziam que o Coração é visto como Sacrário da Intimidade, lugar do encontro maior.
Na Bíblia podemos ler a promessa de um "novo coração".
Ligadas a esta devoção, estão as doze promessas reveladas por Jesus a Santa Margarida... porém, é claro que elas não devem ser entendidas de modo mágico, automático, ou supersticioso.

Oposição

Claro que no início, Santa Margarida enfrentou a oposição de muitos no clero.... mas “Enfim, após longos anos e esmerados exames, a Igreja aprovou os elementos essenciais das revelações de Santa Margarida Maria.” (Dom Nelson Westrupp SCJ)

Grande Difusão

No século XVII, habitavam o mosteiro de Paray-le-Monial (frança) as religiosas da Ordem da Visitação. Esta Ordem foi fundada por São Francisco de Sales, que incentivava sobremaneira às monjas que fossem devotas do Coração Amoroso de Jesus. Foi neste ambiente que Santa Margarida Maria Alacoque (1647-1690) viveu intensa experiência mística, na qual tinha visões de Jesus. Nestas visões, N. S. Jesus lhe revelava diversas orientações, e lhe mostrava seu coração ferido, coroado de espinhos, inflamado de Amor pela humanidade.

Coração de Jesus: inflamado de Amor por nós

Além de designar um órgão vital do corpo humano, “coração” também significa, simbolicamente, valores de ordem moral. Assim, costuma-se dizer que tal pessoa tem um “coração de ouro”, ou que o outro tem um “coração duro”. Na Bíblia encontramos quase mil vezes a palavra “coração”... Jesus mesmo dizia: “...Moisés vos permitiu repudiar vossas mulheres por causa da dureza do vosso coração. (Mt 19, 8)” Vinculada ao símbolo que o coração representa, está a devoção ao Sagrado Coração de Jesus. Em primeiro lugar, simbolizando o infinito amor de Deus pelo gênero humano, porque simboliza a obra do amor infinito levada ao extremo.

Sagrado Coração de Jesus

Hoje, em grande parte dos lares podemos encontrar a imagem do Sagrado Coração de Jesus – Cristo mostrando no peito seu Coração coroado de espinhos e com a marca de ter sido transpassado pela lança. Na maior parte dos países católicos, encontramos uma Devoção Popular ligada a esta imagem. Vale comentar uma curiosidade: vemos frequentemente membros do clero assinando seu nome com SCJ no final. Por exemplo: Pe. João SCJ. SCJ significa Sagrado Coração de Jesus.

Mais sobre o Breve de Santo Antônio

Esta devoção remonta ao século treze. Os documentos mais antigos dão conta pormenorizada do milagre que deu início a ela. Certa mulher de Lisboa sofria frequentemente de terríveis convulsões que pareciam indicar uma possessão diabólica. Um dia o marido, ridicularizando-a pela aflição, atribuiu-lhe alguma culpa. Com isso, a infortunada ficou tão que resolveu dar cabo da vida, atirando-se ao rio Tejo. A caminhho para a execução da sua resolução, passou por uma Igreja dos Padres Franciscanos; lembrou-se de que era festa de S.Antônio e entrou para recitar uma última oração. Enquanto rezava, caiu numa espécie de "transe". Pareceu-lhe ver o Santo, em pé, junto dela, olhando-a grave e compassivamente, e segurando nas mãos um pedaço de pergaminho, que lhe entregou dizendo: "Levantai-vos, mulher, e tomai este papel que vos livrará das vexações do demônio". Voltando a si, a mulher espantou-se por encontrar nas mãos o pergaminho. Este trazia as seguintes palavras do Livro do Apocalipse (V.5): "Ecce Crucem Domini: fugite partes adversae! Vincit Leo de Tribu Juda, Radix David. Alleluia, Alleluia" - "Eis aqui a Cruz do Senhor: fugi potências inimigas! O Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu! Aleluia, Aleluia!" Calma e esperançosa, a mulher voltou para casa e desse dia em diante, enquanto conservou consigo o precioso documento, nunca mais foi molestada pela possessão. O marido, na sua gratidão, publicou-o por toda parte e a história chegou aos ouvidos do Rei de Portugal. Este mandou vir à sua presença a mulher e ficou tão impressionado que a induziu a lhe ceder o pergaminho. Privada do precioso documento, ela ficou novamente sujeita à antiga aflição. Com grande pesar, o marido apelou para os Frades Menores, a fim de intercederem junto ao monarca em favor da restituição do pergaminho. Apesar dos esforços, os Franciscanos somente conseguiram uma cópia, que, entretanto, se verificou ter a mesma eficácia que o original. Assim, os Fransicanos propagaram-lhe o uso, exortando os fiés a tê-lo sempre consigo, como proteção contra todos os perigos, em especial, contra os espíritos maus.
Nesta imagem, podem ver a Cruz com a inscrição "Hodie", e o corvo, com a mensagem "Cras".

Súplica a Santo Expedito

Uma das orações: "Ó Santo Expedito! Animados pelo conhecimento de que foram prontamente atendidos todos aqueles qu vos invocaram à última hora para negócios urgentes, nós vos suplicamos, que nos obtenha da bondade misericordiosa de Deus, por intercessão de Maria Imaculada, (hoje ou no dia), a graça de (fazer o pedido) que, com toda submissão, solicitamos da bondade Divina. Rezar Pai Nosso, Ave Maria e Glória ao Pai."

História de Santo Expedito

Santo Expedito fora militar na Armênia. Certo dia resolveu mudar de vida, convertendo-se. O espírito do mal apareceu-lhe, então, em forma de corvo e lhe gritou: "Cras, Cras, Cras", (palavra latina que quer dizer amanhã, isto é, Deixe para amanhã! Não tenha pressa! Adie a sua conversão!). Ao invés de dar ouvidos ao espírito do mal, Santo Expedito pisoteou-o gritando: "Hodie" (que quer dizer hoje, ou seja, "Nada de protelações, é para já"!). É devido a esta história que na imagem do Santo o vemos segurando uma Cruz onde está escrito "Hodie", e o vemos pisando sobre um corvo, o qual traz a mensagem "Cras". Por isso, Santo Expedito é invocado nos casos que exigem solução imediata. Diz-se que Santo Expedito não adia o seu auxílio. Atende hoje mesmo!

SANTO EXPEDITO

Causas Justas e Urgentes: Este testemunho é pessoal. Contava meu filho, então, com quase 3 anos, e ainda não aceitara largar o seio. A despeito do que todos possam "julgar", o desespero do pequeno pelo seio e a dificuldade enfrentada por toda a família, por conta disso, eram verdadeiros. Se algo de gosto muito ruim fosse colocado no mamilo, o menino mamava mesmo assim... preferia o gosto de losna ou boldo a ficar sem o que ele tanto queria. Demonstrava pavor de ser apartado do seio; seu apego era tão grande, que às vezes corria para colocar a mão por dentro da minha blusa, como quem quisesse se certificar de que o "mamá" estava ali, ao seu alcance. Na mesma época, ainda usava fralda e não aceitava fazer xixi ou cocô em peniquinho.... TINHA que estar de fralda, as quais já quase não lhe cabiam mais! E demonstrava pavor quando era colocado perto do peniquinho. Foi quando eu, às 12hr de uma sexta, rezei pedindo auxílio a Santo Expedito. Caros amigos, GARANTO a vocês: no dia seguinte meu filho acordou sem mamar e sem usar fralda.... e pedia o peniquinho para fazer xixi.... isso tudo SEM QUE LHE PEDÍSSEMOS OU FORÇÁSSEMOS A MUDANÇA. Ele simplesmente parou de mamar e de usar fraldas! Assim, mesmo, num repente, como se fosse milagre! Vejam que a mudança ocorreu em menos de 24 horas!! E, do momento em que fiz a oração até o amanhecer do novo dia, não fizemos quaisquer novas tentativas de mudar os hábitos da criança. Ele simplesmente... mudou!!

Breve de Santo Antônio

Testemunho: Bem, vocês devem estar se perguntando o porquê desta oração estar neste blog, o qual especifica que não escolhe seus assuntos aleatoriamente. Aqui está o motivo - testemunho de fonte confiável: certo jovem sofria com visões e vozes, de maneira parecida com a da história da italiana. Em centros espíritas diziam que estava com "obsessor". Pois bem, ele garante que, enquanto entoava esta simples declaração, seus "algozes" se mantinham afastados.

Breve de Santo Antônio: Um esboço do pergaminho

BREVE DE SANTO ANTÔNIO

COMEÇANDO: Amigos, Até que ponto podemos acreditar na história de um milagre? Na história de um Santo? Ou de uma visão? Difícil, né? Porém, há algo no meio do peito que se aquece, numa intuição, quando nos deparamos com algo forte. Vejam o exemplo do Breve de Santo Antônio: Uma mulher portuguesa sofria com terríveis ataques de espíritos, que frequentemente lhes dominavam. Um dia, em desespero, decidiu suicidar-se. Saiu de casa decidida a jogar-se num rio, mas, no caminho, parou na Igreja para uma última oração. Apareceu-lhe, então, o Santo, que lhe entregou um pergaminho com o desenho de uma cruz e uma oração em latim. A partir deste dia, a mulher nunca mais sofreu os ataques e, mais tarde, o próprio Rei de Portugal reconheceu este acontecimento e tomou para si o pergaminho milagroso. Acontece que, assim que o pergaminho lhe foi tomado, a pobre mulher voltou a sofrer com a antiga aflição. O Rei, não querendo se desfazer do Tesouro, mandou que lhe fizessem uma cópia, a qual também funcionou perfeitamente. Neste pergaminho estava escrito a oração que devemos fazer: “Eis aqui a Cruz do Senhor! Fugí, potências hostis! Venceu o Leão de Judá, a Raiz de Davi! Aleluia, Aleluia, Aleluia!”